Uma amizade distante

22:06

O assunto "amizades virtuais" tornou-se bastante presente na minha vida a partir do tempo do Hi5. Eu nunca acreditei, nem liguei para nisso, pois na minha cabeça era impossível eu ser amiga de uma pessoa que eu nunca via ou nunca tinha visto, nem abraçar ou conhecer de verdade. Já na época do Hi5 eu conheci muita gente, pessoas que eu nunca tinha visto na minha vida, que foram se tornando especiais e que hoje eu nem sei mais o nome delas, e provavelmente elas não saberão o meu. Mas foi à pouco tempo, coisa de 1 ano que tudo mudou, eu comecei a falar com várias pessoas, graças à Star Fic's, a página que mudou a minha vida, eu descobri coisas em comum com outras pessoas, coisas boas e más, eu chegava da escola super feliz e entusiasmada para ir falar com outras pessoas que eu tinha la na página, começando a falar todos os dias com elas. Foi tudo tão de repente, do nada, eu me tornei dependente, não da pessoa, mas sim da nossa amizade que a gente tinha. Quando eu não falava com essas pessoas, parecia que o meu dia estava incompleto, faltava. Mas muitas dessas pessoas foram ficando pelo caminho, eu fui crescendo e amadurecendo, pois certas pessoas parece que do nada decidiram se revelar e mostrar que afinal nem eram aquilo que eu tinha conhecido, foi ai que eu descobri 3 raparigas que fizeram a diferença, mas uma sem duvida me marcou muito mais, vou tratar ela por R, já que lhe costumo chamar de Ruru, apelido que eu lhe dei.
Eu e a R falamos todos os dias, contamos tudo o que acontece na nossa vida, no nosso dia, dividimos segredos, partilhamos opiniões, partilhamos sorrisos, gostos e muitas outras coisas. É tudo exatamente como uma amizade normal, como se ela estivesse comigo todos os dias e a única diferença é que a gente não pode se ver, se tocar, mas quem disse que tem que estar lá para estar junto? 
Às vezes eu acho que a nossa amizade, mesmo sendo uma amizade virtual, é muito melhor, mais verdadeira e mais bonita do que muitas que existem por aí e de muitas que eu tenho. Tem tanta gente por aí que não valoriza o amigo que tem ao seu lado, que não o trata como deviria tratar, que não sabe como dói e como é mau não poder abraçar, tocar, mimar aquela pessoa que está por trás de um ecrã e que cuida de nós, se preocupa mesmo sem ter nos visto alguma vez, eu daria tudo para a poder ver, para a poder abraçar, para chegar ao pé dela e dizer "Eu estou aqui, e agora nada te vai magoar". Eu agradeço todos os dias por ter, de alguma forma, ela aqui comigo no meu coração na minha vida. Eu fico imaginando como seria se ela morasse perto de mim... Andaríamos sempre juntas, não nos largaríamos uma da outra, como uma amizade verdadeira. 
Pode até fazer pouco tempo que a gente se conheceu, mas na amizade não é a quantidade, e sim a qualidade que importa. Eu confio mais em nela do que em muita gente com que convivo. E sei que com ela é a mesma coisa. Eu sei que sempre que precisar, eu posso contar com ela, que ela sempre vai estar disposta a me ajudar a tomar a decisão certa, a me dar opinião, a me chamar à razão se for necessário. E com ela é a mesma coisa, sempre que ela precisar, eu vou estar aqui, um pouco distante em termos de kilometros é claro, mas sempre vou estar aqui para te ouvir, para te ajudar, para te dar concelhos e também te dar palavras carinhosas. Eu ainda não consigo entender por completo tudo isto, é tudo muito estranho pra mim, mas de uma coisa eu tenho certeza: eu adoro-a, venero-a. Ela é como um anjo, um anjo que mesmo distante de mim, é muito importante na minha vida. Ela não tem noção do quanto eu odeio essa maldita distância que nos separa. É ela que me impede de a ver, de lhe dar um abraço, de lhe poder dizer que tudo vai ficar bem, e que eu estou do lado dela, não importa o que aconteça. Mas ela pode ter certeza de que não importa onde, nem como ela esteja, eu sempre estarei com ela.

You Might Also Like

0 comentários