A carta que nunca te entreguei

16:41


Certas pessoas esperam o anoitecer para que os seus sentimentos venham à tona, para toda a dor sentida ser exposta numa folha de papel ou num ecrã de computador, contrariamente ao mundo, eu sinto-me diferente dessa "gente", na verdade eu nunca fui parecida com ninguém, nem mesmo com os meus familiares, talvez seja isso que me torna tão própria, tão eu, tão diferente, talvez seja isso que tu tanto gostas em mim. Como tu bem sabes para mim qualquer hora do dia serve, seja noite ou dia, faça sol ou chuva, em casa, na escola ou no café, numa folha solta ou numa página word, não tem sitio, hora, momento ou forma que não seja perfeita para escrever, em especial quando se trata de ti, meu amor.
Sim tu, que invades o meu pensamento a todo o instante, que és o bem que me faz mal, tu que és e sempre serás o amor da minha vida. O amor que mata-me por dentro do mesmo jeito que me faz tão bem, amor esse que enche a minha cara de sorrisos assim como de lágrimas. É meu querido, o amor sempre foi assim, misterioso, bipolar e duvidoso, ora nos faz tão feliz ora nos parte o coração em pedaços como se fosse um espelho quebrado em mil bocados, e tu que és quem eu mais desejo, quem eu mais quero, quem reina em todos os meus pensamentos e no topo de todas as minhas cartas, dos meus textos, dos meus desabafos é que mais me ama e quem mais me magoa, porque a mágoa nunca vem de um inimigo mas sim das pessoas que mais amamos.
Mas isto não é mais uma carta de amor, são apenas pensamentos e sentimentos soltos traduzidos em palavras, para que tu possas entender o que até eu mesma não entendo em mim. Para que possas sentir tudo aquilo que eu sinto, que entendas toda a dor que por vezes me causas, todos os teus actos e palavras que também magoam-me por dentro, destroem-me e atormentam-me.   
Eu já pensei em te largar, não de vez, mas me desamarrar desta minha dependência de ti e voltar a ser livre, sem necessitar tanto de ti e do teu amor, mas a minha mente não deixa, o meu corpo nega, a minha alma recusa e o meu coração me ameaça, sabendo que a dor de te perder ou deixar será maior que a dor que eu sinto por vezes e não sei explicar.
A dor pode ser grande, mas as feridas iram sarar e a magoa cicatrizar, mas quando nós estamos loucamente apaixonados por alguém e ama-mos perdidamente essa pessoa é assim, tudo nos conduz a esse amor, tudo nos leva a não querer deixar nunca essa pessoa e isso acontece comigo meu amor, porque cada dia que passa, mesmo com o teu feitio, as tuas falhas, erros e defeitos, mesmo quando me magoas e me feres a alma, mesmo com tudo isso eu apaixono-me por ti como se fosse a primeira vez mas com muito mais amor, porque mesmo com as brigas, as disputas, eu amo-te e tu amas-me, porque tudo em mim ama tudo em ti, ama as tuas perfeitas imperfeições.  
Porque amar é isso meu bem, é aceitaremos a pessoa tal e qual como ela é e apenas amá-la, respeitá-la, ser-lhe fiel e tudo o resto são meras bobagens, bobagens meu amor.  

You Might Also Like

0 comentários