Sentimentos Soltos: Será que me apaixonei?

20:00



Toda a nossa vida nós pensamos que estar apaixonadas é sentir borbuletas na barriga, que é sorrir sempre que vemos a pessoa correspondida, que é acordar e adormecer a pensar na tal pessoa; mas será que realmente isso é estar apaixonada?
Quero eu dizer toda a nossa vida nos esbarramos e desencontramos com amores, encontramos desamores e por vezes ganhamos decepções, mas nunca ninguém me preparou ao certo para a tal sensação de estar "apaixonada", apenas me contavam as lengalengas que andam de boca em boca, aquelas histórias que todos pensamos ser verdade e que hoje em dia até eu acho serem verdade.

A gente nunca sabe quando o amor vai bater à porta, muito menos quando é que o cupido nos vais atingir, tudo o que sabemos é que um dia isso chegará, poderá levar 3 dias ou 4 meses ou quem sabe 5 anos, talvez só mesmo quando nós já estiveremos a nossa vida toda feita é que nos apaixonemos pela primeira vez. Amor é assim ele chega quando quer, mas por vezes bate na porta certa com a pessoa errada. Já passei por isso, pensar que estava perdidamente apaixonada por uma pessoa quando na verdade toda a minha inocência iludiu-se com um amor falso e gasto, eu servia apenas para tapar buracos deixados por outras, para tentar ocupar os espaços deixados, é o que acontece quando nos "apaixonamos" por pessoas mais velhas que nós! Mas hoje eu sei que aquilo não foi paixão, na verdade não foi nada, foi apenas um passageiro que entrou na minha vida, tentei com que marcasse e acabei enganada e iludida, acontece, não pude evitar.

Mas se hoje me perguntarem - Então Bia o que acha tu que é apaixonar? -  Com certeza responderei com um sorriso na cara que é querer que o outro seja feliz, é abdicaremos da nossa felicidade para deixar o outro ir ser feliz, mesmo que seja sem nós! Pois estar apaixonada é o inicio de aprender o que é amar, e amar é isso mesmo, é depender da felicidade do outro não importa o quanto isso nos vá custar. 

A vida passa de um jeito tão rápido, à cerca de 5 anos atrás eu julgava que amava alguém - ingénua, imbecil e iludida - que realmente era paixão aquilo que sentia, dois anos depois eu conheci uma pessoa fantástica, uma pessoa que realmente me mostrou o que é estar apaixonada, o que é amar, ele me mostrou que estar apaixonada é não desistir do outro, é lutar até ao fim, ele lutou por mim mesmo sabendo que poderia nunca me ter, mas lutou, dia após dia, até me poder chamar de 'meu amor'. E hoje aqui sentada em frente ao ecrã do computador recordo com bastante orgulho que à 3 anos atrás eu me apaixonei pela primeira vez e agora sim posso dizer - Eu me apaixonei! 

You Might Also Like

0 comentários