Quais os formatos de corpos e quais as peças que valorizam a tua silhueta

22:02

Olá meninas, hoje o post é um pouco mais elaborado e informativo. Vou falar sobre os vários formatos de corpos femininos que existem. Como sabem cada pessoa tem um formato diferente e nem todas as peças ficam bem em todas os formatos, por isso decidi trazer um post cheio de informação para que possa ajudar.



Vou começar por dizer que existem cinco tipos/formatos de corpos femininos: pêra, ampulheta, rectângulo, triângulo invertido e o oval. Ao longo do post vou falar um pouco sobre cada um deles para que possam conhecer as suas caracteristicas e medidas e se identifiquem com um deles e assim realçarem ou então disfarçarem alguns pontos do vosso corpo, lembrando que o importante é se sentirem bem com vocês próprias.

Antes de começar-mos: mede a largura dos teus ombros, da cintura e da anca, mas não dês uma volta completa, tira apenas a medida de uma lateral à outra, em seguida passa-as para um papel e compara-as. Por exemplo, se os ombros, a anca e a cintura tiverem o mesmo ou aproximadamente o mesmo tamanho então o teu corpo é rectângulo, agora se a cintura for fina, tu és ampulheta. Quando a anca é mais larga que os ombros e a cintura, significa que és pêra, mas se, ao contrário disso, os ombros forem maiores então tu tens um corpo formato triângulo invertido. Por fim o corpo oval tem a cintura um pouco maior do que as outras medidas.




Vamos então falar de cada tipo de corpo:


Tipo de corpo: Ampulheta



O formato de corpo ampulheta são conhecidos como os ideias e os mais desejados de obter. Com os ombros e as ancas na mesma largura, um peito médio e com curvas suaves e proporcionais, o ponto forte deste formato é a cintura fina.
Para que têm este tipo de corpo o importante é valorizar a cintura e deixá-a bem marcada, caso contrário, o corpo perde as curvas e a tua silhueta passa a parecer rectangular. Para isso é melhor evitar as peças estruturadas, abotoamento duplo, roupas muito largas, camisas curtas, casacos sem cintura marcada, e apostar em tecidos fluídos, calças e saías leves, vestido cachr-coeur, cintura alta ou marcada e cintos.


Tipo de corpo: Pêra



Já ouviste falar no corpo de violão? Pois é, esse é o tipo de corpo pêra. Os ombros são menores que as ancas, a cintura e os braços são finos e bem estruturados e normalmente os seios são pequenos ou médios.
Devido ao corpo ter mesmo o aspecto e formar de um violão o mais importante é equilibrar o tamanho dos ombros com o das ancas e atrair os olhares para a parte superior do corpo. Tal como no ampulheta é fundamental marcar e valorizar a cintura e as curvas, mas aqui de uma forma mais leve e subtil, pois isso vai deixar a silhueta mais magra. Outro post bastante importante é alongar o corpo, em especial para quem é um pouco acima do peso ideal, nada melhor que usar uns saltos altos para tal. Também devem apostar em decotes (leves e reservados) e também em detalhes horizontais, outras são as blusas e os blazeres acinturados, colares na altura do peito, saias levemente afuniladas e de tecidos firmes. Devem evitar calças e saias muito justas, malas tiracolo e cintos caídos na altura dos ombros.


Tipo de corpo: Rectângulo



Se tiveres os ombros, ancas e cintura na mesma linha e as tuas formas forem magras e com pouquissimas curvas tu tens um corpo tipo rectângulo. As pernas normalmente são finas e quando ganhas um pouco de peso, eles é distribuído de maneira equilibrada. 
Neste tipo de corpo a falta de curvas será o foco do corpo. Aqui o essencial é criar uma ilusão de curvas e formas para tentar desviar a atenção da cintura, já para não falar que é importante deixar a aparência mais feminina por causa das formas rectas.
Abusar das roupas com recortes, dos cintos e das faixas para criar uma cintura falsa, também as blusas soltas e leves são óptimas aliadas para esconder a falta de curvas. Aposta em decotes, colares chamativos (como os maxi-colares que estão super na moda) e folhos.
Aumenta as ancas ao usar saias rodadas e volumosas que farão contraste com a cintura, fazendo a parecer mais fina. É de evitar golas altas, blusas muito justas ou curtas, calças e calções de cintura alta. 


Tipo de corpo: Triângulo Invertido



A parte mais volumosa deste tipo de corpo situa-se na parte superior, onde os ombros são maiores que as ancas, a cintura tende a ter uma leve curvatura, a barriga é saliente, costas largas e pernas longas. 
Para equilibrar este corpo precisamos tornar as ancas mais volumosas e os ombros parecerem menores, outra saída é desviar os olhares da parte superior indo para a parte inferior, tornando o ponto forte as pernas.
Para este tipo de mulheres o melhor mesmo é os decotes profundos em V, saias estampadas, vestidos e calções dando às pernas direito de destaque e atenção. Nada de ombreiras, abotoamento duplo, estampas na parte superior pois queremos esconder isso e chamar a atenção para as pernas. 


Tipo de corpo: Oval



Normalmente a mulher com forma oval está acima do peso ideal para a sua altura. As linhas do corpo são curvas e o pescoço largo, por sua vez a cintura pode ser maior ou alinhada na mesma linha dos ombros e ancas. 
Aqui o importante é esconder a barriga e chamar atenção para as partes mais finas do corpo e ainda criar uma cintura falsa. Outra opção é chamar a atenção para a cara e valorizar também as pernas, para isso saias e calças rectas. Também apostar em túnicas e camisas ate metade das ancas, decotes em U ou em V. Evitar calças e blusas muito largas, saias rodadas, colores curtos, tecidos volumosos e sandálias de tiras finas. 


E então gostaram do post? Aprenderam alguma coisa? Qual o vosso formato? Quero saber. Mas lembrem-se que ninguém é perfeito e o lembra-te que o importante no meio disto tudo é sentires te bem como o teu corpo! Formatos e pesos não são imagem de beleza, cada uma de nós tem dentro de si e for a uma mulher linda, independentemente se está acima do peso ou a baixo, se tem peito pequeno ou grande, ancas largas ou finas. Todas somos lindas, todas somos mulheres, basta nos valorizar-mos e nos cuidar-mos, lembrem-se disso! Ninguém nasce perfeito. 

You Might Also Like

0 comentários

Press