Dica: Como encontrares o teu personal style?

18:00

Aqui no blog o que não falta é posts a falar sobre o estilo das famosas e por aí adiante, e eu pensei, mas porque não recuar um pouco e voltar à base do assunto: falar sobre o meu estilo e como encontrar o estilo certo e sentir-se confortável com o próprio estilo.
Seguir as tendências e assim pode se tornar um pouco confuso e já que eu não tive essa ajuda para encontrar o meu estilo, nem mesmo uma base para começar, decidi fazer um post para ajudar quem ainda não encontrou o seu ou está no processo de encontrar.



Para ser sincera, se quando estivesse começado a comprar a minha própria roupa e definir o meu estilo, se tivesse tido todos os conselhos e ajuda que a Internet hoje proporciona teria ajudado muito, porque eu simplesmente saltava de tendência para tendência, e não tinha um estilo próprio. Por isso espero que este post vos ajude. 


NO.1 | CONFORTO

O ponto mais importante na hora de definir o estilo é se sentir confortável com aquilo que se usa. Mesmo que queiras optar pelas tendências do momento e estilos, tenta sempre encontrar um balanço entre tudo isso, e optar por começar a escolher alguns itens e peças que te façam sentir confortável, neste caso a tão conhecida “confort zone”. Eu acabei por fazer isso e quando me questionei a mim mesma sobre o que é que me fazia sentir mais confortável a minha escolha foram os neutros, em especial o preto. Eu amo essa cor, porque combina com tudo e é super fácil de usar no quotidiano ou numa altura mais especial. Outra coisa foram as jeggings, deixei as calças de ganga de lado e passei a usar uma mistura de leggings e jeans. Por isso assim que deres este passo, olha para o teu guarda-roupa, e escolhe todas as peças que te sentes mais confortável e livra te das peças que te fazem sentir péssima e sem confiança, simplesmente pára de usar e comprar essas peças, e foca-te naquelas com que te sentes confortável de usar. Tu não tens de usar uma peça ou um determinado estilo só porque é o novo grito da moda ou porque todas as tuas amigas usam, ou até mesmo porque o teu namorado gosta e acha atraente. O importante é tu gostares e te sentires confortável com aquilo que usas. Não te preocupes com o que os outros pensam e veste-te sempre para ti, não para os outros.



NO.2 | BUY BASICS

Comprar peças de roupa básicas é bastante importante, porque eu penso que maioria das pessoas usa alguns itens básicos como peça chave para o quotidiano. Um guarda-roupa cheio de peças básicas é bastante bom, contrariamente ao que as pessoas pensam, os tops pretos e brancos, as t-shirts lisas pretas e brancas são um essencial na vida das pessoas, também as peças com padrão listrado, mas simples, funcionam. Jeans! Esse é um dos pontos principais dos básicos, sejam calças, casacos ou camisas, e também leggings pretas. O importante é saber que estas peças encaixam bem em qualquer corpo e também pensar nas conjunções que se podem fazer com os básicos. Eu acredito que grande parte tenha estas peças básicas no guarda-roupa, mas elas são muito baratas em lojas como a Primark, H&M e C&A. 



NO.3 | COMPRAR PEÇAS DO ESTILO QUE GOSTES

Agora que já tens as tuas peças básicas, está na hora de passares para a parte do “O que é que no meu estilo eu gosto e posso adicionar às peças básicas?”. Quando chegou a minha vez de fazer essa questão a mim mesma, eu comecei por optar por um casaco de couro e outro estilo baseball collage, coletes e camisas de ganga, camisas xadrez, padrões florais e animal print e muito acessórios. E a parte boa é que mesmo existindo algumas peças que são assim um pouco mais caras, valem apena investir. 



NO.4 | A TUA ALTURA E FORMATO

Num post anterior que fiz a falar sobre os formatos dos corpos eu referi que isso não é importante e de certa forma continuo a acreditar que não é, porque mesmo tendo um certo formato acho que a pessoa deve usar aquilo que gosta. Mas no que toca à altura, eu concordo! Porque por exemplo eu amo usar peças oversized, em especial sweaters que passem, de certa forma, por um vestido, mas nem toda a gente pode se dar a esse "prazer" pois tudo varia consoante a altura da pessoa e o tamanho da sweater. Existem várias tendências que podem resultar bastante bem para certas pessoas e para outras não, eu por exemplo não acho 'bonito' pessoas cheinhas usares croptop mas por exemplo adoro ver nelas vestidos rodados.



NO.5 | INSPIRATION

Uma coisa que podes fazer é estar constantemente à procura de inspiração, seja na Internet, televisão, rua, tudo é valido no que toca a procurar ideias, estilos e peças que gostes. Quem é que nunca ao andar na rua se deparou com o estilo das outras pessoas, ou se apaixonou por aquela camisa ou calças que a outra rapariga vestia? Acho que já todas nós! Eu faço isso sempre que saiu para lugares como a Baixa do Chiado e centros comerciais. Outra coisa que podes fazer (claro que só se te sentir à vontade para o fazer) é pedir às pessoas, com que te esbarres na rua, para fotografar o outfit ou apenas uma peça que gostes no seu conjunto e com essas fotos ir criando um álbum de inspiração, é super prático, útil, divertido e inspirador. 


E então meninas o que acharam do post? Ajudou? Quero saber tudo! 

You Might Also Like

0 comentários