A chegar mais perto dos meus sonhos!

11:56



Existem sempre aqueles grandes sonhos e objectivos que queremos e sonhamos em alcançar. Sempre quiseste fazer aquela viagem, mas tens medo porque nunca o fizeste? Queres tirar um ano para ti e deixar a faculdade para o próximo ano, mas não sabes como dizer aos teus pais? Pretendes juntar dinheiro para algo que à muito desejas comprar, mas não consegues juntar? Podem ser estes e outros milhões de sonhos que queiras realizar, mas nunca consegues não é? Tu esperas até à última oportunidade mas quando chega a hora de concretizar ficas com um pé atrás. Ás vezes pelo que os outros dizem, que acaba por desencorajar, ou até mesmo porque não consegues chegar a um compromisso contigo própria, a verdade é que isso têm e pode mudar!

Este post foi inspirado nas minhas experiências passadas, e acreditem eu sempre fazia planos e depois nunca se realizavam, mas dei um basta nessa situação e hoje posso dizer que os meus objectivos e sonhos são muito mais claros e realizáveis, graças também à minha força de vontade. Por isso, este post é para ti que queres concretizar mas não sabes como! Fiz uma lista com dicas que vão ajudar a refazer as prioridades e ganhar um pouco de confiança em relação aos sonhos.

Não tenhas medo do tamanho dos teus sonhos
Não sintas medo em momento algum, pois o medo vai levar à negatividade! Às vezes os nossos sonhos parecem grandes e impossíveis de alcançar, mas a verdade é que não são. A chave para isso é não desistir e procurar a caminho para os alcançar. Pois os sonhos mantêm-nos vivos. Quando uma pessoa não sonha, ela começa a ficar frustrada e sem rumo, porque ela perdeu a visão de futuro. E eu não estou a falar daqueles que temos a dormir, mas sim daqueles sonhos de olhos bem abertos: a carreira profissional, a faculdade, tirar a carta, o primeiro carro, a viagem para o exterior, a mudança de casa, o livro publicado, o casamento, os filhos... Sonhos! São eles que dão sabor à vida, e motivam o viver. Por isso, nada de medos!

A meta têm de ser tua!
Não adianta estar a realizar uma meta que não tenha sido definida e desejada por ti. Na verdade, é uma coisa que acontece muito. Os pais muitas das vezes mudam o rumo dos filhos, muitos chegam mesmo a impor que o filho se forme em tal área ou vá estudar para tal escola, e isso não é saudável para a pessoa, porque ela vai estar a fazer algo que ela não quer. Por isso, és tu quem têm de decidir o que queres e se é isso que queres! Os teus pais querem que sigas advocacia mas tu queres seguir artes, força! Tu queres viajar num intercâmbio para outro país, força! Simplesmente sê tu a traçar os teus sonhos e acima de tudo o teu caminho.

Não esperes pelos outros
As pessoas têm essa mania estúpida que é esperar por os outros fazerem primeiro ou que os outros façam por elas. Essa mania constante de procurar referências, ajuda ou exemplos, deixem que vos diga que não leva a lado nenhum! Não adianta ter o pensamento de 'se ninguém fez, eu também não vou fazer', não é assim que as coisas funcionam. Vocês acham que quando se descobriu a electricidade, por exemplo, a pessoa que a descobriu pensou 'bom se ninguém o fez não sou eu que vou fazer', ou então quando se começou a criar pratos de comida, acham que eles pensavam 'nunca ninguém misturou isto, também não vou misturar'. O facto de as pessoas arriscarem e acreditarem nelas próprias é o que leva a que elas não esperem pelos outros, porque não vão ser os outros a nos trazerem sucesso e a concretizarem os nossos sonhos. Podemos correr todos os riscos do mundo, mas as chances de dar tudo certo, são as mesmas que as de dar errado, por isso fé e mergulha de cabeça.

Dar prioridade
Depois de descobrires tudo o que esperas alcançar, faz uma lista na qual priorizas esses objectivos. Não existe um padrão que devas seguir, simplesmente tens de pensar no que queres neste momento e o que estás a viver agora e o que pode esperar mais um pouco. Por exemplo, tens o objectivo de fazer a faculdade, mas também gostarias de viajar durante 1 ano para fora do país e trabalhar, primeiro terias de ver qual querias priorizar neste momento, porque poderias tirar um ano para fazer essa viagem e quando voltasses fazias a faculdade, ou farias a faculdade e quando terminasses viajavas. Tudo depende de prioridades e escolhas do que se quer neste momento! Ao fazeres isso consegues ver tudo com muito mais clareza, tudo o que tens de fazer e identificar também quais são os objectivos mais complicados de serem alcançados.

Não ponhas as culpas nos outros
Outra mania que as pessoas têm é culpar os outros, seja pelo que for, as pessoas têm aquela mania exagerada de culpar o governo, a sociedade, a juventude, as escolas, a crise, entre muitas outras coisas, mas a verdade é que ninguém faz nada para mudar isso, e acabam por culpar quem 'não têm culpa" no cartório. Mas isso têm de ser travado, e já! Existem sempre opções e culpar os outros não é a solução, por exemplo, sempre sonhaste em entrar para o ginásio mas não tens dinheiro para poder pagar as mensalidades? Muito simples, hoje em dia já foram desenvolvidas várias aplicações para se fazer exercício em casa, e também estão cada vez mais comuns os parques urbanos com 'máquinas' disponíveis para todos! Gostavas de sair mais mas faltam-te amigos? Já pensaste em te abrir mais para as pessoas? Ou deixares de estar focada numa só? Sim, refiro-me a namoros! Por vezes as pessoas passam tanto tempo com essa pessoa que esquecem-se dos outros e o facto de o teu companheiro não ser tão anti-social, não te dá o direito de o culpares por não teres amigos. Estes são apenas dois dos exemplos que mostram que existe mais do que uma solução para cada obstáculo, e não é porque não conseguimos que temos de culpar os outros. Isso está errado e é uma maneira de fugir às responsabilidades.

Sê ótimista!
Não deixes que as coisas te deitem a baixo, se não deu à primeira, ade de dar à segunda ou à terceira, a receita para isso é uma boa dose de positivismo e outra de alegria e empenho! Tudo bem que podemos estar realmente com problemas reais e não apenas da nossa cabeça, mas não deixes que esses objectivos sejam a razão para desistires ou te ires a baixo. Se o problema é falta de dinheiro, arranja um part-time; se é falta de tempo, organiza-te; se é questões sentimentais, procura um equilíbrio. Tudo dá certo, quando nós fazemos dar certo! Nesta vida, nada vez de graça e muito menos sem obstáculos, por no fim de tudo, que graça isso teria? Que gostinho vitorioso nos daria no fim se fosse só chegar e fazer acontecer? Nenhum, pois é! Então encara os obstáculos como pedras que nós vamos saltando pelo caminho, como nos jogos, em que nós temos de fazer com que o boneco salte por cima do obstáculo que o fará perder.


E vocês meninas, o que é que acham essencial para se alcançar os objectivos/sonhos? Gostaram das dicas? Quero saber tudo ok? 

You Might Also Like

0 comentários