Tag: 15 coisas legais que aconteceram em 2015

13:07



Estamos no último mês do ano, aquele mês em que já todos se preparam para um novo ano, um novo recomeço, mas também o mês em que todos se recordam das coisas boas e más que aconteceram ao longo do ano. Todos entram num clima meio nostálgico, começando assim a fazer as suas retrospectivas de 2015, e o melhor que nós podemos fazer é tirar um bom partido disso! As coisas muitas das vezes não acontecem como nós esperávamos, por muito que nós planeamos, algumas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer ou então tomam um rumo completamente diferente do esperado, mas nada disto é motivo para desanimarmos. Todos temos barreiras ao longo do ano, e a melhor lição que podemos tirar é que os bons momentos tornam-se em boas lembranças, e os maus momentos em grandes lições de vida! Por isso nada melhor do que agradecermos a Deus ou seja ao que for no que vocês acreditem por mais um ano de vida, mais um ano de alegrias e energias positivas, e até mesmo agradecer por mais um ano de lutas e batalhas que foram vencidas ou ainda vão ser! O ideal para entrarmos num novo ano é tirarmos o melhor do que ano que passou e esquecer o lado mau, focando assim num novo ano que vem pela frente. 

Então, ao pensar nisto tudo, a blogger Bruna Vieira, do blogue Depois dos Quinze, criou esta tag maravilhosa para quem têm um blog ou um canal no Youtube. A principal ideia dela, como a mesma disse, é "criar uma espécie de corrente do bem".  A tag consiste em escrever uma lista com 15 coisas boas que aconteceram na vossa vida em 2015, e depois nomear outros blogues ou canais que queiram ver fazer a tag e compartilharem muito nas redes sociais! E como eu já queria fazer um post assim diferente sobre o meu ano de 2015, decidi entrar na brincadeira e listar-vos então as melhores 15 coisas do meu ano de 2015. 



1. Cinco anos de muito amor e carinho
O ano de 2015 foi dos mais loucos que já tive, foram muitos problemas e correrias que me assombravam a cada dia, mas eu me mantive firme e forte contra tudo e o melhor é que tive uma pessoa muito especial a lutar contra isso tudo do meu lado! Para quem sabe, eu namoro com uma pessoazinha super chata mas que para mim vale tudo nesse mundo, chamada Ivan, e este ano nós completamos 5 anos de relacionamento. E eu quero agradecer, tal como faço todos os dias, por poder compartilhar a minha vida, os meus problemas, as minhas lutas e vitórias, tudo ao lado de uma pessoa tão maravilhosa quanto ele, que para além de namorado, é meu melhor amigo e companheiro em todos os crimes.

2. Às boas novas e velhas amizades
O melhor da vida são as pessoas que temos ao nosso lado para compartilhar histórias e momentos, e costumasse dizer que amigos são a família que nós escolhemos, e eu concordo plenamente com isso. Pessoas com os mesmos pensamos e gostos que nós acabam por nos atrair, mas são aquelas com ideias completamente diferentes que nos fazem bem e acabam por nos conquistar. E pessoas à minha volta foi tudo o que não faltou neste meu ano. 

3. Aprendi o valor da palavra família
Por muito triste que seja, por vezes a família só se aproxima quando algo de mau se passa. A minha família sempre foi tipo unida e não unida, é meio estranho a relação com eles, mas desde que tivemos um problema na família tudo mudou. As pessoas ficaram mais unidas, criei laços de família com pessoas que apenas o nome sabia, e o melhor é que me senti bem com tudo isto. Aprendi que família nós só temos uma e por muito má que ela seja, no fundo de tudo têm sempre algo bom que nós podemos aproveitar e acima de tudo aprender com isso.

4. Comecei a cuidar mais de mim e menos de quem não devo
Eu sempre fui do tipo de pessoa de segurar o mundo dos outros e deixar o meu cair, desmoronar, se destruir, mas este ano eu simplesmente não quis saber mais disso. Chegou a hora de eu me preocupar comigo, com a minha vida, de cuidar de mim e me amar de novo, porque nunca ninguém fará nem têm de fazer isso por mim! Comecei a comprar aquelas roupas que sempre quis usar mas tinha medo porque podia não me cair bem, ou podiam não gostar; passei a me arranjar para mim e somente para mim, afinal antes eu sempre me maquilhava e arranja na expectativa de agradar maioritariamente ao meu namorado e a quem me rodeava, mas chega! Agora é hora de cuidar de mim mesma.

5. Procurei ajuda e venci a baixa auto-estima!
Durante toda a minha infância eu tinha problemas graves de auto-estima, mesmo não mostrando, entretanto com a puberdade e também o o inicio de um relacionamento, isso passou, mas de à 1 ano e meio para cá, eu não me amava mais, tudo em mim eu achava feio, não queria que o meu namorado olhasse para o meu corpo ou para mim mesma, não tinha muitas razões para ser feliz e com todos os problemas que estavam a acontecer na minha vida eu perdi imenso peso e comecei a entrar num estado de ansiedade deplorável. Mas com força de vontade procurei ajuda profissional junto da minha médica de família e nutricionista e consegui ganhar o meu peso de volta e voltar a estar bem psicologicamente comigo mesma! Voltei a amar cada parte de mim e sei que cada cicatriz é uma marca de luta.

6. Terminei o meu curso profissional e estágio
Ufa! Finalmente livre da escola! Mentira, até já tenho algumas saudades, mas esta pausa na vida escolar está-me a saber pela vida. Depois de 3 anos afundada em cadernos, livros, fichas, trabalhos e projectos, terminei o meu Curso Profissional de Multimédia, no fim de tudo com uma média bastante boa! Posso dizer que me arrependo um pouco de ter ficado na escola onde fiquei, mas no meio de tanta coisa má, problemas e chatices a verdade é que foram 3 anos bastante bons onde desenvolvi um amor fascinante por cinema, jornalismo e imagem. E o melhor óbvio que ficou para o fim: o meu estágio! Tive a oportunidade de estagiar numa das melhores empresas de Portugal, a Plural! Foi um sitio onde me senti super bem acolhida, uma pequena família que adicionei, pessoas maravilhosas que ficaram marcadas na minha vida e pensamentos, e acima de tudo que me ajudaram imenso a desenvolver e aprender ainda mais, tanto em termos de trabalho como lições de vida. Foram os melhores 3 meses do meu curso, e que eu voltaria a repetir, porque para mim foi uma experiência incrível e que eu nunca trocaria por nada.

7. Mudei o layout do blog
Para que já anda por cá à uns aninhos sabe que eu sempre mudei o layout do blog e que quase todos os meses tinha algo novo. Resumindo, desde que eu criei o blog eu sempre quis que ele fosse o mais parecido comigo. Que pudesse transmitir o que eu sou e gosto para aqueles que cá viesse, que tivesse um aspecto bonito e não massacrante para quem por cá anda. Por isso, arregacei as mangas, peguei no pouco de HTML que sabia e aprofundei, no Photoshop fui criando as ilustrações e ao misturar tudo no caldeiram mágico, voilà, o layout estava pronto. E eu não podia estar mais satisfeita com o resultado.



8. O blog completou 3 anos!
Quando eu criei o Simples e Complicada nem sonhava que ia conseguir alcançar tanto e me apaixonar tanto por um cantinho que era tão pequenino e tem vindo a crescer imenso nos últimos tempos! Eu amo estar aqui, é onde me sinto bem, é onde gosto de estar e é para vocês que eu gosto de escrever.Nestes últimos tempos acabei por me desleixar um pouco com o blogue pois fiquei quase um ano e meio sem computador, sempre a escrever num tablet de 7" polegadas, e também devido ao curso e a problemas pessoais. Porem, ao focar nas coisas boas, o blogue cresceu, o publico aumentou e eu fui desenvolvendo as minhas capacidades de escrita, leitura, pesquisa e criatividade.

9. Ouvi boa música
Este ano vi-me completamente apaixonada por alguns cantores e bandas e ainda dei o braço a torcer por outras que nem sonhava vir a gostar. Acho que também faz parte, né? Este tópico deveria se chamar ‘quebrei os meus preconceitos musicais’, visto que foi uma variedade musical que até a mim me espanta. Mas avante!

10. Aprendi a ser mais positiva e simpática
Simpatia nunca foi o meu forte e positivismo muito menos. Sempre fui muito chata nesse aspecto, nunca permitia as pessoas entrarem na minha vida, mal sorria para quem não conhecia, e estava mesmo sempre com a cara "trancada". Quando algo começava a dar errado ou mesmo ainda nem ter começado a dar errado eu já ficava super pessimista de que nada ia dar certo, e o meu namorado sempre me dizia "Sê um pouco mais alegre, as pessoas deviam conhecer a Bea que eu conheço" e não é que foi isso mesmo que eu fiz? “Não importa, vai dar certo!” foi a frase que eu mais repeti este ano, principalmente nos momentos de imprevisto, e também passei a sorrir para vida, abri os meus braços e deixei pessoas incríveis entrarem nela. Não foi preciso muito esforço, eu apenas tirei a barreira de medo que eu tinha e fiquei mais "sem vergonha na cara" e mais feliz.

11. Comecei a ler, ver mais séries e filmes
Resolvi deixar a preguiça e as desculpas de lado e começar a ler mais, gosto de ler no Google Play Books e também no Kindle, mas obviamente que amo o cheirinho de um livrinho novinho em folha e a sensação de o folhear. Para além dos livros, deixei o meu preconceito para com as féries e aproveitei que a minha série de eleição estava em gravações e por estrear para ver novas séries como Game Of Thrones, Daredevil, Orange Is The New Black, entre outras, e também me dediquei bastante a ver vários filmes, antigos, novos, a estrear no cinema, vi de tudo um pouco e não me arrependo nem um pouco.

12. Fiz 18 anos!
Eu sempre quis e não quis completar os 18 anos. Com o tempo fui percebendo que crescer não é fácil como parecia ser, mas ao mesmo tempo foi me apercebendo do que vamos ganhando algumas responsabilidades e que vai chegar a hora de nos virarmos sozinhos e aprendermos a resolver os nossos próprios problemas. Eu sempre quis muito fazer os 18 para puder fazer a minha primeira tatuagem, tirar a carteira de condução, entrar em discotecas e casino sem problemas, não ser a única do grupo de amigos menor de idade? Hahahaha. Mas a verdade é que tenho saudades quando as responsabilidades não eram tantas..

13. Experimentei novos pratos
Eu sempre tive muita frescura no que toca a comida, havia coisas que eu só olhava e já dizia "não gosto, não vou comer isso..". Este ano, prometi-me a mim mesma ser mais aberta no que toca a culinária e então descobri que chocos grelhados não são assim tão maus, que abacate é óptimo para saladas, que salmão é bastante bom.. Deixei o preconceito culinário e experimentei variados tipos de comida, como indiana, japonesa (já tinha provado mas este ano aprofundei), descobri um pouco mais sobre a nossa comida portuguesa e ainda aprendi a fazer o comer favorito do meu namorado.

14. Revi todas as temporadas de Teen Wolf em poucos dias
Para quem me conhece sabe que eu sou louca pela série Teen Wolf, e sabe ainda melhor que eu já vi as 5 temporadas umas 1000x. Bom, este ano não foi diferente, em 2014 terminou a 4ª temporada e eu já no desespero de ter de esperar basicamente 9 meses pela nova temporada comecei a ver tudo de novo, com a escola demorei a terminar as 4 temporadas, entretanto em Junho estreou a nova temporada, 5A, e eu já vibrava a ver a série de novo! E agora tenho estado novamente à espera da parte B da 5ª temporada e já vi as 5 temporadas em Outubro, em apenas dias! Agora, estou neste momento a ver tudo de novo e já estou no fim da segunda temporada. E sim, eu sou trouxa porque gosto de sofrer tudo de novo, mas também gosto de rever todos os bons momentos!! AMO ESTA SÉRIE!

15. Aprendi que nem tudo vai ser como queremos, mas sim como precisamos
Algumas coisas que aconteceram este ano para mim pareciam não ter solução. Sabem quando tudo parece estar dar errado? Foi meio que isso. Mas eu fui percebendo que depois tudo se acabava por resolver e apareciam coisas ainda melhores, surpresas melhores do que as que tinha planeado. E a vida é assim mesmo, ela sempre vai reservar aquilo que nós precisamos no momento, mesmo que seja por um caminho totalmente oposto aquele que nós tínhamos planeado. Posso talvez dizer que esta tenha sido a maior lição que tirei de 2015 e que me sinto muito abençoada por isso.


Então, estas foram as 15 coisas boas que aconteceram em 2015. No início parecia que nem teria 15 coisas para vos contar, mas agora me dou conta que tem muito mais do que isso. Espero que 2016 seja um ano tão bom ou melhor que este foi, que me traga mais alegrias e lições para eu levar comigo. E acima de tudo, que seja um ano muito abençoado.

Eu vou desafiar a fazer esta tag: A Vida de Lyne, Messy Hair, Don't Care, Woah Arabella e também todos os meus leitores! Espero que tenham gostado do post, eu adorei fazer assim uma retrospectiva do ano, e estou ansiosa por saber o que aconteceu aí de bom desse lado. Deixem nos vossos comentários o link com a tag, vou adorar ler cada um!

You Might Also Like

0 comentários

Press