#PurposeTourLisbon

00:31


Hello ♥ Na passada sexta-feira voltei a ter uma experiência que não pensei que teria. Já tinha desistido. Quando os bilhetes foram postos à venda para o concerto do Justin Bieber isto não foi uma das minhas prioridades e para tal deixei de lado o facto de que 3 anos depois eu não o iria ver. Mas no meu aniversário (13 de Outubro) o meu namorado decidiu-me surpreender com o bilhete como prenda de anos, e eu não poderia recusar não é mesmo? Só que as coisas já não eram as mesmas de à 3 anos para cá. Sempre fui uma grande fã do Justin, nunca escondi isso. Admiro-o imenso e apesar de muita gente pensar que por gostar dele somos miúdas mimadas e infantis, sem qualquer gosto musical, eu não mudo de opinião nem por nada. Eu já faço parte disto desde que ele surgiu, à 7 anos, do tempo do famoso "baby baby baby ohh" e acreditem eu não me arrependo em nada. Em 2013 eu viu-o pela primeira vez, lembro-me que chorei, berrei, fiquei na fila desde as 5 horas da manhã. Faltei à escola só para o ir ver e fiz a promessa de que o iria ver quando ele voltasse a Portugal. 

3 anos se passaram desde então e a sensação foi ficando estranha ao longo desses anos, com o tempo eu fui deixando de ter uma certa "obsessão" por ele e toda a vida dele, de certa forma isso assustou-me, por algum tempo eu questionei-me se eu ainda gostava dele. Mas eu nunca deixei de gostar dele, a verdade pura e simples, eu amadureci! Eu cresci, vivi coisas que nunca pensei que viveria, conheci novas pessoas, novas coisas, novos lugares. As prioridades mudaram, os objectivos mudaram e muita coisa aconteceu, mas eu nunca parei de gostar dele ou de o consideram meu ídolo, porque sim, ele é o que meu ídolo, e acreditem que não importa o que as pessoas digam ele têm um puder enorme na vida de cada fã dele. Mesmo depois de todos os momentos maus (e bons!) ele continua a pertencer ao coração de muitas meninas e meninos, que hoje em dia cresceram juntamente com ele, conquistou muitas outras com o passar do tempo, mas para nós que crescemos ao seu lado e continuámos sempre a acompanhá-lo ele não é só mais uma carinha bonita do mundo de Hollywood, ele não é só um dos rapazes mais desejados do mundo, ele é um grande artista e um grande ser humano (mesmo que muitos pensem o contrário)! Ele foi a minha primeira paixoneta de famoso em miúda, aquela loucura e aquele pensamento de "eu quero namorar contigo" permaneciam na minha mente e eu riu-me hoje ao recordar, pois hoje eu olho para ele com outros olhos. E foram esses mesmos outros olhos que me fizeram ver o quanto todos crescemos incluído ele!

Passado todo este tempo, a sensação não foi a mesma, eu não estava ansiosa como à 3 anos atrás, eu sabia que tinha responsabilidades a cumprir e que as minhas prioridades eram outras. Durante a semana eu questionava-me se queria mesmo ir ao concerto, e essa dúvida manteve-se basicamente até quinta-feira. Fui para lá um pouco nervosa, talvez por medo de rever tudo aquilo ou então por não saber o que me esperava! Os portões abriram e foi aí que eu tive um flashback de à 3 anos atrás, mas mesmo assim a sensação não era a mesma; passei pelos seguranças e então começou a corrida do "salve-se quem puder" para conseguir os melhores lugares! Eu fiquei no Balcão 1 e posso dizer que com uma vista óptima sobre todo o palco. Até então não me apercebia o quanto aquilo não era real, o concerto ainda nem tinha começado e já havia várias raparigas a desmaiar e sentir-se mal, na minha cabeça só pensava "como é que isto pode estar a acontecer de novo?". Entretanto, após uma hora sentada à espera que algo começasse é aí que entram os convidados para a abertura do concerto, entreguei-me de corpo e alma, eram bastante bons, confesso. Entretiveram-nos a todos e aqueceram os ânimos para quem estava com eles na estaca quase zero. Foi aí que chegou a hora e a parte mais esperada da noite, Justin Bieber desceu ao palco numa caixa de vidro e o meu sentimento de fã começou a emergir novamente dentro de mim, mas desta vez mais maduro e sincero. Não chorei quando o vi novamente, mas senti o friozinho na barriga e eu sabia que ele estava ali e que ele estava ali melhor que nunca. O concerto foi incrível, todo aquele trabalho, as musicas, os dançarinos, efeitos especiais e cenário, tudo isso foi maravilhoso e muito bem elaborado. A equipa está mais uma vez de parabéns porque surpreendeu-nos a todos com este momento! 

Tentei experenciar ao máximo o momento, aproveitar cada minuto que lá estava, e acima de tudo sentir aquilo que ele queria nos passar. Para muitas aquilo pode ter só sido uma noite para dizerem que foram ao concerto do Justin Bieber, muitas nem saberiam mais do que os últimos êxitos dele, mas para mim foi o reencontro entre o passado e o presente, foi a sensação de que aquele sentimento ainda estava ali mas tinha desabrochado e ficado mais adulto, assim como eu. Nada foi igual, nem mesmo as pessoas, mas de certa forma isso foi o que tornou aquela noite única. Saí de lá quase sem conseguir falar com dor de garganta, emocionei-me durante algumas músicas mas não chorei, sorri e dancei ao som de cada som dele. Ele não é o único artista que me faz sentir toda esta emoção, mas ele sempre será o que está no topo, ele sempre será a minha primeira paixoneta proibida e uma das pessoas que mais admiro.

NOTATodas as fotografias deste post são de minha autoria pelo que agradeço que se pretenderem utilizar alguma me contactem e que os devidos créditos sejam dados. Caso contrário serei obrigada a denunciar por plágio!




















































You Might Also Like

2 comentários

Press